Topo

Certidões sobre imigração

O Arquivo Público do Estado de São Paulo custodia inúmeras séries documentais que registram a entrada de imigrantes em São Paulo.

Estes documentos comprovam quais estrangeiros entraram no Brasil, passando por São Paulo. Comprovam quais estrangeiros desembarcaram no Porto de Santos entre 1888-1978, quais deram entrada na Hospedaria de Imigrantes entre 1882 e 1973, ou quais foram registrados nas Delegacias Especializadas de Estrangeiros do Estado São Paulo entre os anos de 1939 e 1984, por exemplo.

Com base nesta documentação são emitidas certidões para diversas finalidades.

Emitida com base nos Livros de Matrículas da Hospedaria de Imigrantes (1882 a 1973) ou nas Listas gerais de passageiros que desembarcaram no Porto de Santos (1888 a 1978).

Pesquise o imigrante e solicite aqui esta certidão

A Certidão de Desembarque com base nos Livros de Matrícula da Hospedaria de Imigrantes é um documento digital emitido pelo Arquivo Público do Estado de São Paulo com base nos Livros de Matrícula da Hospedaria de Imigrantes do período entre 1882-1973. As informações constantes no documento têm fé pública e comprovam a entrada de um ou mais estrangeiros no Brasil.

Construída entre os anos de 1886 e 1888, a antiga “Hospedaria de Imigrantes do Brás” foi um dos maiores centros de recepção de estrangeiros já existentes no Brasil. Por suas dependências, passaram mais de dois milhões de pessoas entre os anos de 1887 e 1978.

A Base de Dados contém informações até o ano de 1958, embora a Hospedaria tenha funcionado até 1978, e também registros da antiga Hospedaria do Bom Retiro (predecessora da Hospedaria do Brás) que cobrem os anos de 1882 até 1886. Os Livros de 1958 até 1973 estão sendo digitalizados e indexados para complementação posterior da base de dados.

Exemplo de registro de matrícula em Livro de Matrícula da Hospedaria de Imigrantes
Exemplo de registro de matrícula em Livro de Matrícula da Hospedaria de Imigrantes

Exemplo de registro de matrícula em Livro de Matrícula da Hospedaria de Imigrantes

Exemplo de Certidão de Desembarque (baseado em Livro de Registro da Hospedaria de Imigrantes)
Exemplo de Certidão de Desembarque (baseado em Livro de Registro da Hospedaria de Imigrantes)

Exemplo de Certidão de Desembarque (baseado em Livro de Matrícula da Hospedaria de Imigrantes)

Solicite aqui esta certidão Pesquise aqui as listas de passageiros

A Certidão de Desembarque com base nas Listas gerais de passageiros é um documento digital emitido pelo Arquivo Público do Estado de São Paulo com base nas Listas gerais de passageiros que desembarcaram nos navios ou vapores que aportaram no Porto de Santos somente no período entre dezembro de 1888 até dezembro de 1978. As informações constantes no documento têm fé pública e comprovam a entrada de um ou mais estrangeiros no Brasil.

Lembramos que existem lacunas na documentação. Se o imigrante entrou por outro porto brasileiro, sugerimos entrar em contato com o Arquivo Nacional (www.arquivonacional.gov.br), localizado no estado do Rio de Janeiro.

Exemplo de Lista de Bordo de navio que aportou em Santos
Exemplo de Lista de Bordo de navio que aportou em Santos

Exemplo de Lista de Bordo de navio aportado em Santos

Exemplo de Certidão de Desembarque (baseado em Lista de Bordo de navio aportado em Santos)
Exemplo de Certidão de Desembarque (baseado em Lista de Bordo de navio aportado em Santos)

Exemplo de Certidão de Desembarque (baseado em Lista de Bordo de navio aportado em Santos)

A certidão é um documento oficial digital, comprobatório e tem fé pública. As informações constantes nestes documentos comprovam entrada de imigrantes no Brasil.

Os imigrantes que:
– passaram pela Hospedaria de Imigrantes do Brás entre 1882 e 1973
– entraram de navio pelo porto de Santos entre 1888 e meados de 1978
Lembramos que existem lacunas na documentação. Desta forma, é possível que não se localize registro algum, mesmo que o imigrante tenha passado por esses locais.
Se o imigrante entrou por outro porto brasileiro, sugerimos contatar o Arquivo Nacional (www.arquivonacional.gov.br), localizado no estado do Rio de Janeiro.
A Certidão de desembarque_faq serve para comprovar que o estrangeiro entrou no Brasil, passando por São Paulo, nos intervalos de tempo mencionados. Sua utilização é de responsabilidade do solicitante. Esse documento costuma ser solicitado para:
  • Instrução de processo de obtenção de dupla cidadania
  • Instrução de processo de correção de registro civil
  • Instrução de processo de naturalização
O prazo médio para emissão da Certidão de Desembarque é de até 10 dias úteis contados após o recebimento do comprovante de pagamento da DARE-SP.
A Certidão de Desembarque é uma certidão por extrato e valor atual da taxa é de R$ 56,27 reais.
Primeiramente é preciso fazer a pesquisa para localizar a informação probatória.
A pesquisa pode ser realizada pela internet por meio da:

– Base de Dados dos Livros de Registros da Hospedaria de Imigrantes (1882-1973)
Para acessar a base de dados dos Livros de Registros da Hospedaria de Imigrantes, saber quais informações são necessárias para fazer a pesquisa, quais informações você poderá obter e outras orientações clique aqui.

– Base de Dados das Listas Gerais de Passageiros (1888-1978) que desembarcaram nos navios ou vapores que aportaram no Porto de Santos neste período
Para acessar a base de dados, saber quais informações são necess&aacutárias para fazer a pesquisa, quais informações você poderá obter e outras orientações clique aqui.

Pesquise o imigrante e solicite aqui esta certidão

Emitida com base nas Fichas de Registro da Delegacia Especializada de Estrangeiros (1939 a 1984).

A certidão é um documento oficial digital, comprobatório e tem fé pública.

As informações constantes nestas Fichas comprovam o registro dos estrangeiros que entraram em São Paulo, pois era a Delegacia Especializada de Estrangeiros da Secretaria de Segurança Pública que lhes fornecia as carteiras de identidade próprias, anotava seus endereços e fazia o controle dos desembarcados em caráter temporário.

A pesquisa de estrangeiros registrados nas comarcas de Angatuba, Araraquara, Ariranha, Barretos, Catanduva, Chavantes, Itajobi, Novo Horizonte, Novo Mundo, Pindorama, Ponta Grossa, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Adélia, Sarapuí, Sorocaba e Tabapuã deverá ser feita, exclusivamente, na sede do Arquivo Público do Estado, mediante agendamento. 

IMPORTANTE: Não possuímos os registros dos demais municípios do Estado de São Paulo.

Os estrangeiros que residiram na capital ou grande São Paulo entre 1939 e 1985 podem ter feito este registro. Ele foi implantado pelo Decreto nº 3.010/1938 e regido por diferentes dispositivos legais ao longo do tempo. No início, ele era obrigatório para os estrangeiros em situação permanente, para maiores de 18 e menores de 60 anos.
Lembramos que existem lacunas na documentação. Desta forma, é possível que não se localize a Ficha do imigrante, mesmo que ele tenha entrado/residido no país pelo Estado de São Paulo.
Caso não encontre a ficha desejada ou o imigrante tenha entrado/residido em outro estado, sugerimos entrar em contato com o Arquivo Nacional (www.arquivonacional.gov.br), localizado no estado do Rio de Janeiro.
A Certidão de Registro de Estrangeiro serve para comprovar que o estrangeiro em questão residiu em no Estado de São Paulo entre os anos de 1939 e 1984. Sua utilização é de responsabilidade do solicitante. Esse documento costuma ser solicitado para:
  • Instrução de processo de obtenção de dupla cidadania
  • Instrução de processo de correção de registro civil
  • Instrução de processo de naturalização
  • Instrução de processo de aposentadoria
  • Comprovação de identidade
  • Comprovação de dados pessoais em processos de Inventário Prazo
O prazo médio para emissão da Certidão de Registro de Estrangeiro é de até 10 dias úteis contados após o recebimento do comprovante de pagamento da DARE-SP.
A Certidão de Registro de Estrangeiro é uma certidão de inteiro teor e o valor atual da taxa é de R$ 56,27 reais.
Primeiramente é preciso fazer a pesquisa para localizar a informação probatória.
Antes de iniciar sua pesquisa observe:
QUAIS INFORMAÇÕES O REQUERENTE PRECISA TER PARA CONSEGUIR FAZER A PESQUISA NAS FICHAS DE REGISTRO DE ESTRANGEIROS INFORMAÇÕES QUE PODEM SER OBTIDAS NAS FICHAS DE REGISTRO DE ESTRANGEIROS
Obrigatório:
– Nome e Sobrenome do estrangeiro, com as possíveis variações (inclusive alterações no nome de solteira e casada)
– Nome dos pais (ou, pelo menos, de um deles)*
– Nome e Sobrenome do estrangeiro, com as possíveis variações
– Idade*
Ex: Lopes ou Lopez; Lancelotti ou Lanceloti Recomendável:
– Nacionalidade
– Data de nascimento (ainda que aproximada)
– Data de entrada no país (ainda que aproximada);
– Data de falecimento, se for o caso (ainda que aproximada).
– Nome e Sobrenome
– País de origem (informações mais específicas como Comune ou Província de origem não aparecem com frequência)
– Meio de transporte de entrada no país (informações sobre navio, vapor, avião são eventuais)
– Endereço de residência
– Tipo de permanência (temporário ou permanente)
Exemplo de Ficha de Registro de Estrangeiro
Exemplo de Ficha de Registro de Estrangeiro

Exemplo de Ficha de Registro de Estrangeiro

Exemplo de Certidão de Registro de Estrangeiro
Exemplo de Certidão de Registro de Estrangeiro

Exemplo de Certidão de Registro de Estrangeiro

Caso deseje mais informações entrar em contato pelos telefones (11) 2868-4541, (11) 2868-4542 ou (11) 2868-4540 ou pelo e-mail certidoes@arquivoestado.sp.gov.br.

Prazo para resposta à pesquisa: 10 dias úteis.