Topo

Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Projetos, Parcerias e Convênios

Nesta seção, são divulgadas informações pertinentes aos projetos aprovados, em andamento e finalizados, bem como as parcerias e convênios celebrados pelo Arquivo Público do Estado de São Paulo.

Objetivo: Execução do projeto “FOTOGRAFIAS DO JORNAL ÚLTIMA HORA”, consistente no tratamento conservativo, organização, digitalização, criação de banco de dados e disponibilização ao acesso público, da coleção de ampliações fotográficas que integra o fundo “Jornal Última Hora”, bem como na realização de uma exposição para divulgação desse acervo
Patrocínio: PETROBRAS Cultural – Edição 201
Outros:
Prazo: 24 meses
Data de início: 27/02/2014
Data de término: 27/02/2016
Responsável pelo projeto: Associação de Amigos do Arquivo do Estado de Sâo Paulo
Área responsável pelo projeto: Núcleo de Acervo Iconográfico
Descrição: OBS: Dados retirados do Termo de Convênio, bem como seus anexos, assinado entre o APESP e a A.A.A. em 27/02/2014.
Objetivo: Execução do projeto “IMAGENS DO JORNALISMO BRASILEIRO: PRESERVAÇÃO E DIFUSÃO DO ACERVO DOS DIÁRIOS ASSOCIADOS”, consistente nas atividades de levantamento físico de todo o acervo (cerca de 800.000 unidades documentais); higienização, acondicionamento e catalogação de parte representativa do conjunto (em torno de 200.000 unidades documentais) por segmentação temática; digitalização e inserção em banco de dados para disponibilização ao acesso público de aproximadamente 40.000 ampliações fotográficas; bem como a realização de uma exposição para divulgação desse acervo e criação de e-book
Patrocínio: BNDES
Outros:
Prazo: 18 meses
Data de início: 16/10/2014
Data de término: 16/04/2016
Responsável pelo projeto: Associação de Amigos do Arquivo do Estado de Sâo Paulo
Área responsável pelo projeto: Núcleo de Acervo Iconográfico
Descrição: O projeto ficou em 8ª lugar entre os 22 selecionados na modalidade individual do Programa de Preservação de Acervos 2010/2011 financiado pelo BNDES. Prevê a higienização, a acondicionamento e a catalogação e a difusão de parte do acervo dos Diários Associados. Trata-se, em grande parte, dos registros produzidos e acumulados pelos jornais paulistas Diário de São Paulo e Diário da Noite, entre as décadas de 1930 e 1980. Estima-se que o acervo contenha cerca de 300 mil fotografias, além de recortes de jornais, folhetos e encartes de publicações nacionais e estrangeiras; radiofotos e diversos outros materiais que estão acondicionados em 4.200 caixas-arquivo. O projeto será financiado pelo BNDES e teve aprovação em maio de 2011.
Objetivo: orientar os servidores públicos paulistas acerca das ações estratégicas para a implementação do Decreto nº 58.052/2012 que regulamenta a Lei de Acesso, além de: orientar os responsáveis pelos Serviços de Informações ao Cidadão – SIC e suas respectivas equipes de atendentes acerca das providências necessárias para a instalação e o funcionamento dos Serviços nos órgãos e entidades da Administração Estadual Paulista; bem como esclarecer as Comissões de Avaliação de Documento e Acesso - CADA sobre as ações que deverão ser adotadas para sua adequação à nova configuração e a ampliação de suas atribuições determinadas pelo Decreto nº 58.052/2012.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: em andamento
Data de início: 2012
Data de término:
Responsável pelo projeto: Central de Atendimento ao Cidadão - CAC
Área responsável pelo projeto:
Descrição: Em cumprimento à LAI e ao Decreto nº 58.052/2012, o Arquivo Público do Estado definiu um conjunto de ações visando à imediata instalação do Serviço de Informações ao Cidadão - SIC nos órgãos e entidades do Poder Executivo estadual. Com os conhecimentos e experiências acumulados na gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo - SAESP, a instituição, por meio de uma Central de Atendimento ao Cidadão - CAC, assumiu a coordenação sistêmica dos serviços. Foram instalados 224 SICs e capacitados 760 servidores, permitindo o atendimento de 20.446 pedidos de informações ao Governo Paulista
Objetivo: Promover a avaliação da Massa Documental Acumulada nas 26 secretarias de governo a fim de potencializar a eliminação de documentos que já cumpriram seus prazos de guarda e que têm como destinação final a eliminação
Patrocínio:
Outros:
Prazo:
Data de início: 26/06/2017
Data de término: em andamento
Responsável pelo projeto: Centro de Arquivo Administrativo
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: É necessária uma ação voltada para a avaliação criteriosa da massa documental acumulada nos arquivos, visando à eliminação de documentos sem valor para a Administração e a sociedade, e o recolhimento de documentos permanentes considerados fontes importantes para a pesquisa
Objetivo: Conjugação de esforços com o fim de viabilizar a criação de arquivos eletrônicos de imagens digitais das Fichas de Registros de Estrangeiros, Fichas-requerimento para visto de saída do país e Fichas de Identificação de Estrangeiros, expedidas pela Secretaria de Segurança Pública no período de 1938 a 1980, num total aproximado de três (3) milhões de unidades, que fazem parte do acervo de documentos recolhidos à Unidade do Arquivo Público do Estado, anteriormente sob a custódia do Memorial do Imigrante
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 30 meses
Data de início: 21/12/2012
Data de término: 21/06/2015
Responsável pelo projeto: Associação Brasileira D`A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Área responsável pelo projeto: Centro de Acervo Permanente
Descrição: Digitalização, Preservação, Indexação e Disponibilização das fichas da Delegacia de Estrangeiros do Estado de São Paulo Este convênio firmado entre a Casa Civil do Estado de São Paulo, por intermédio do Arquivo Público e a Associação Brasileira D'A Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, objetiva o tratamento e preservação de aproximadamente (3) milhões de fichas compostas por três ordens de documentos, que são: Fichas de Registro de Estrangeiros, Fichas de Requerimento para visto de saída do país e Fichas de Identificação de Estrangeiros, todas produzidas no período de 1938 a 1980. O trabalho que está sendo realizado auxiliará o Arquivo Público do Estado, ao agilizar os procedimentos de disponibilização de informações no atendimento às solicitações de certidão de desembarque ou registro, além de garantir a melhor preservação dos documentos ao se evitar sua constante manipulação. Segundo o plano de trabalho, o Convênio terá a duração de 30 meses, divididos pelas seguintes etapas: preparação do material, separação das fichas em lotes, digitalização das fichas, identificação das imagens com a nomenclatura e por fim revisão das imagens.
Objetivo: Implantação da tecnologia de Sistemas de Informações Geográficas (SIG) em Investigações históricas nas instituições partícipes, por meio da implementação do projeto-piloto denominado “As enchentes na cidade de São Paulo: abrangência espacial e impactos sociais (1870-1940)”
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 24 meses
Data de início: 22/08/2012
Data de término: 22/08/2014
Responsável pelo projeto: Janaina Yamamoto Santos – Diretora Técnica I
Área responsável pelo projeto: Núcleo de Acervo Cartográfico
Descrição: Implementação da tecnologia de Sistemas de Informações Geográficas (SIG) em investigações históricas. O convênio (com vigência de 02 anos) assinado pelo APESP e pela UNIFESP diz respeito ao trabalho do Núcleo de Acervo Cartográfico com os historiadores da UNIFESP Luis Ferla, Janes Jorge, e Fábio Alexandre Santos, dentro do grupo de pesquisa HIMACO (História, Mapas e Computadores). Participam do grupo, ainda, alunos daquela Universidade e de outras instituições. O objetivo é explorar o uso de tecnologias digitais relacionadas com a cartografia no estudo da história. Um projeto-piloto, “As enchentes na cidade de São Paulo: abrangência espacial e impactos sociais (1870-1940)”, pretende mapear as enchentes da cidade de São Paulo de fins do século XIX ao início do XX. Ele vem sendo atualmente desenvolvido no laboratório do grupo, sediado nas dependências do Núcleo de Acervo Cartográfico e com equipamentos financiados pelo CNPq. Esse mapeamento utilizará a tecnologia do Sistema de Informações Geográficas (SIG). O acordo entre as duas instituições prevê a partilha (sem transferência) de recursos humanos e materiais. O software escolhido para o projeto é o gvSIG, que possui código aberto e de livre reprodução. Pretende-se que essas camadas (vetores) estejam disponíveis para download no site do APESP. O objetivo do grupo HÍMACO é que essa tecnologia esteja cada vez mais acessível e disponível também para pesquisadores brasileiros.
Objetivo: Conjugação de esforços com o fim de realizar oficinas pedagógicas para proporcionar aos alunos do curso de História da UNIFESP o contato prático com conjuntos documentais existentes no acervo da Unidade do Arquivo Público do Estado, bem como propiciar a elaboração de material didático para uso em sala de aula e em atuações pedagógico-educativas em instituições de acervo
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 20 meses
Data de início: 23/11/2012
Data de término: 23/07/2014
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto: Centro de Difusão e Apoio à Pesquisa
Descrição: Oficina Pedagógica de Produção de Material Didático No âmbito desse convênio, o Núcleo de Ação Educativa promove oficinas pedagógicas direcionadas aos alunos de graduação em História da UNIFESP. A oficina O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo em Sala de Aula tem como objetivo instrumentalizar futuros professores para utilizar acervos documentais no dia-a-dia da sala de aula. Oconvênio tem duração de dois nos quais ocorrerão duas oficinas, oferecidas em seis sábados, sempre no primeiro semestre. Jornais, documentos textuais e fotos servem de matéria-prima para a oficina, que proporciona aos participantes o contato com a instituição e seu acervo, análises de documentos originais (manuscritos, periódicos e documentos iconográficos) e de bibliografia relacionada ao tema. Por fim, são produzidas sequências didáticas sobre tema de livre escolha e analisada sua praticabilidade em sala de aula. O resultado final é publicado no site do Arquivo.
Objetivo: Tratamento e Indexação de 303.375 prontuários de ex-internos Prontuários de Ex-internos da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente – Fundação Casa
Patrocínio:
Outros:
Prazo: indeterminado
Data de início: 2007
Data de término: em andamento.
Responsável pelo projeto: Centro de Arquivo Administrativo
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: Colaboração técnica entre a Fundação CASA e o Arquivo Público do Estado - APE com a finalidade de organizar, higienizar e cadastrar prontuários de ex-internos da Fundação acondicionados em 2280 caixas Kraft
Objetivo: Elaboração de um sistema informatizado para a automatização da elaboração de tabelas de temporalidade de documentos das atividades-fim
Patrocínio: PRODESP
Outros:
Prazo: 2 anos
Data de início: novembro/2019
Data de término: novembro/2021
Responsável pelo projeto: Centro de Gestão Documental
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: Projeto que envolveu o CGD/DGSAESP, a PRODESP e a Fundação Vanzolini, contratada para a elaboração do Sistema TTD-Fim, a partir da metodologia desenvolvida pelo CGD/DGSAESP. O Sistema foi lançado em junho de 2020 e desde então está disponível a todas as CADAs dos órgãos e entidades da Administração Pública do Estado de São Paulo. Atualmente o Sistema está em pleno funcionamento e em constante atualização
Objetivo:
Patrocínio: Ministério da Justiça
Outros:
Prazo: 1 ano e 2 meses
Data de início: novembro de 2011
Data de término: fevereiro de 2013
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto: DEOPS
Descrição: O objeto a ser tratado no projeto é o conjunto de cerca de 6.500 Prontuários das Delegacias especializadas do DEOPS/SP, o que corresponde a 390.000 imagens e 812,5 metros lineares, pertencentes ao Fundo DEOPS do Arquivo Público do Estado de São Paulo. A proposta dá continuidade ao trabalho iniciado no Edital n. 2 do Projeto Marcas da Memória, aprovado em novembro de 2011 e em execução até fevereiro de 2013, no qual foram realizadas a digitalização e a alimentação em banco de dados de 11.666 Prontuários e 36 mil fichas remissivas produzidas pela Delegacia de Ordem Política e Social de Santos – DOPS Santos, documentação organizada como um Grupo do Fundo DEOPS; e a digitalização de 170 mil fichas remissivas das diferentes delegacias especializadas do DEOPS/SP.
Objetivo: Elaborar bancos de dados contendo informações dos arquivos participantes e colocar à disposição do público, pela internet, os registros documentais sobre as lutas políticas no Brasil durante a ditadura militar.
Patrocínio: Petrobras
Outros:
Prazo: 7 meses
Data de início: novembro 2008
Data de término: junho 2009
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto: DEOPS
Descrição: Uma iniciativa da Casa Civil da Presidência da República, com a coordenação do Arquivo Nacional e patrocínio da Petrobras, que objetiva elaborar bancos de dados contendo informações dos arquivos participantes e colocar à disposição do público, pela internet, os registros documentais sobre as lutas políticas no Brasil durante a ditadura militar. Dentre a documentação sob a guarda do Arquivo Público do Estado de São Paulo, os interessados poderão acessar cerca de 400.000 fichas digitais remissivas de dossiês pertencentes ao Acervo Geral do DEOPS, bem como 2.500 dossiês produzidos pela Delegacia Especializada de Ordem Social e 1.500 dossiês oriundos da Delegacia de Ordem Política. O Centro de Referência das Lutas Políticas será criado já com mais de 13.000 páginas de documentos recolhidos pelo Arquivo Nacional. Em 2005, a Casa Civil determinou que as instituições federais transferissem toda a documentação sobre a ditadura militar para o Arquivo Nacional. A Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), por exemplo, teve recolhidos todos os arquivos do Conselho de Segurança Nacional (CSN), da Comissão Geral de Investigações (CGI) e do Serviço Nacional de Informações (SNI). Com este grande volume de documentos, o Arquivo Nacional aumentou em mais de dez vezes o seu acervo sobre a ditadura militar. Já em 2008 foi firmado um acordo de cooperação técnica entre 25 instituições e o Arquivo Nacional para a "implantação de uma política pública de integração em rede de acervos e instituições". De acordo com o projeto, será criado o banco de dados Memórias Reveladas, alimentado on-line pelas instituições parceiras com informações dos acervos do Departamento Estadual de Ordem Política e Social (DEOPS), referentes ao período de 1964-1985. Também fará parte deste banco de dados a documentação do Arquivo Nacional sobre a ditadura militar. O banco de dados estará disponível na internet para a livre consulta e permitirá recuperar e identificar informações sobre a repressão no Brasil. Apenas os documentos sigilosos não serão disponibilizados na internet. A classificação de documentos como "ultra-secretos" era comum no passado, com sigilo de 10, 15 ou até trinta anos, renováveis pelo mesmo período. Os documentos cujo prazo de sigilo já tenha expirado e aqueles que não possuem qualquer classificação poderão ser livremente consultados. Também está prevista no projeto uma linha de financiamento para organização e tratamento de acervos de diversos fundos documentais sob a guarda de arquivos públicos estaduais e centros de documentação em universidades. Esta é a primeira iniciativa que articula o Governo Federal e os estados da federação para a preservação e difusão de registros documentais. Esta interação irá possibilitar o cruzamento dos dados que estão sob a guarda de cada estado tanto para a pesquisa de pessoas que participaram da luta contra a ditadura quanto para reflexões acadêmicas sobre este momento da história do Brasil. O DEOPS-SP O Estado de São Paulo mantém os registros do DEOPS abertos para consulta pública desde o início da década de 90, mediante a assinatura de um termo de responsabilidade pelo pesquisador. Desde então, os arquivos do DEOPS são os mais procurados no Arquivo Público do Estado, principalmente por pesquisadores e por pessoas investigadas durante a ditadura militar. Trata-se de um dos maiores acervos do gênero no país, com 150 mil prontuários, 1,1 milhão de fichas e 9 mil pastas com dossiês, 1.500 pastas de Ordem Política e 2.500 pastas de Ordem Social. A participação paulista na primeira fase do projeto encerrou-se oficialmente em julho de 2009 e contou com o patrocínio da Petrobras. Atualmente, a equipe técnica do Arquivo Público do Estado tem dado continuidade às atividades previstas no projeto.
Objetivo: O projeto apresentado pelo Arquivo Público à FAPESP está centrado em dois eixos: atualização tecnológica dos laboratórios e ampliação do acervo digitalizado, para ser difundido pela Internet.
Patrocínio: FAPESP
Outros:
Prazo:
Data de início:
Data de término:
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: A aquisição de novos equipamentos de conservação, microfilmagem, digitalização e tratamento iconográfico proporcionará a ampliação da oferta de informações digitais aos pesquisadores acadêmicos e professores de ensino fundamental e médio, através da página eletrônica do Arquivo. A implantação dos novos laboratórios consolidará o Arquivo Público do Estado de São Paulo como um centro de excelência na preservação e difusão de documentos históricos. E o aumento da capacidade de tratamento de acervo lhe permitirá assumir novas parcerias com outras instituições de memória, auxiliando-as na preservação de seus acervos. O projeto foi aprovado pela FAPESP em março de 2011 pelo edital de Apoio “Infraestrutura de Pesquisa de Arquivo e Acervos Documentais”.
Objetivo: Levantamento da situação dos arquivos nas Prefeituras e Câmaras Municipais, nos Municípios sede das 15 regiões administrativas do Estado de São Paulo.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: vigência por tempo indeterminado
Data de início: agosto 2011
Data de término: em andamento
Responsável pelo projeto: Centro de Assistência aos Municípios
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: Orientação individualizada aos Municípios, por meio de visitas técnicas da equipe do Centro de Assistência aos Municípios às Prefeituras e Câmaras dos 15 Municípios sede de região administrativa do Estado, visando torná-los multiplicadores e referência para os municípios vizinhos
Objetivo: Levantamento da situação dos arquivos nas Prefeituras e Câmaras Municipais, nos Municípios sede das 15 regiões administrativas do Estado de São Paulo.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: indeterminado
Data de início: agosto 2011
Data de término: em andamento
Responsável pelo projeto: Centro de Assistência aos Municípios
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: a institucionalização de Arquivos Públicos Municipais visa implementação de políticas públicas de gestão documental nos Municípios do Estado de São Paulo e a prestação de orientação técnica pelo Arquivo Público do Estado
Objetivo: Parceria entre o Laboratório de Estudos sobre a Memória Política Brasileira da Universidade de São Paulo e o Arquivo Público do Estado, estabelecida em 1995. O Projeto Integrado Arquivo Público do Estado/USP é dedicado à preservação da memória política brasileira e tem como foco a documentação do Departamento de Ordem Política e Social (DEOPS), sob a guarda do Arquivo Público do Estado de São Paulo. Esta parceria possibilita a formação de pesquisadores em nível de excelência em diferentes áreas do conhecimento.
Patrocínio:
Outros: Convênio: Universidade de São Paulo
Prazo: 12 anos
Data de início: 1999
Data de término: 2011
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: Entre 1999 e 2004, o PROIN desenvolveu o primeiro Projeto Temático Fapesp – Inventário/DEOPS (1924-1983) – coordenado pelo Prof. Dr. Boris Kossoy (ECA/USP), pela Profª Drª Maria Luiza Tucci Carneiro (FFLCH/USP) e pelo Dr. Fausto Couto Sobrinho, na ocasião diretor em exercício. Uma ampla equipe de bolsistas Fapesp em nível de graduação, treinamento técnico e pós-graduação, produziu vários bancos de dados que, em breve, poderão ser consultados no site www.usp.br/PROIN. Mas parte deste cadastramento já está acessível no setor de consultas do Arquivo Público do Estado, 1º andar. Além das atividades de pesquisa, o PROIN oferece cursos e estágios monitorados a estudantes universitários junto a sua "Oficina de História" sediada no 2º andar do Arquivo Público do Estado. Exposições iconográficas, encontros acadêmicos (congressos, seminários e palestras) e registros de testemunhos através da técnica da História Oral inscrevem-se entre as várias atividades promovidas pelo PROIN. A equipe vem registrando depoimentos importantes de cidadãos que, durante o Estado Novo e a ditadura militar testemunharam ou foram vítimas da prática repressiva e censora do Estado brasileiro, compondo assim o arquivo “Memórias da Repressão e da Resistência”. Com isso, tanto o Arquivo Público quanto a Universidade trabalham no sentido de proporcionar e incentivar a pesquisa e o debate sobre intolerância política, direitos humanos e cidadania. Ao longo dos seus 12 anos de atividades, o PROIN desenvolveu vários inventários e publicou a maioria de suas pesquisas. Dentre os resultados, está disponibilizando um conjunto de Fichas Policiais que incluem cerca de 183 mil fichas digitadas conforme os registros originais do DEOPS; o Cadastro PROIN que inclui um banco de dados para busca em cerca de 20 mil prontuários nominais e institucionais sintetizados pela equipe de pesquisadores e 26 livros e 3 revistas publicadas por diferentes editoras. Realizou ainda 12 encontros acadêmicos, 5 jornadas educacionais e 7 exposições iconográficas, além de palestras e comunicações no Brasil e no Exterior. Junto a FFLCH/USP foram defendidas, até o ano de 2008, um total de 20 dissertações de mestrado e 8 teses de doutorado, a maioria publicada na coleção Histórias da Repressão e na Série Inventário DEOPS (editoras Humanitas, Imprensa Oficial e Arquivo Público do Estado). Em 2004, o PROIN recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Ciências Humanas com a publicação Imprensa Confiscada pelo DEOPS, 1924-1954 (Coleção Labirintos da Memória, Ateliê Editorial e Imprensa Oficial), organizada pela Profª Drª Maria Luiza Tucci Carneiro e Prof. Dr. Boris Kossoy. O segundo Projeto Temático Fapesp (2007-2011) – "Arquivos da Repressão e da Resistência", está sob a responsabilidade da Profª Drª Maria Luiza Tucci Carneiro (FFLCH/USP), do Prof. Dr. Boris Kossoy (ECA/USP) e do coordenador do Arquivo Público, Prof. Dr. Carlos de Almeida Prado Bacellar. Integram também o corpo de pesquisadores com projetos específicos: Profª Drª Elizabeth Cancelli (FFLCH/USP), Prof. Dr. Carlos Eduardo Boucault, Profª Regina Célia Pedroso, Prof. Dr. Antonio de Pádua F. Bueno, Profª Drª Mariana Cardoso Ribeiro (todos da UNINOVE), Prof. Dr. Pedro Ortiz (TV/USP) e a Profª Drª. Priscila Ferreira Perazzo (IMES). Desta vez a produção será direcionada para o mapeamento dos dossiês e prontuários DEOPS, assim como do Fundo DEIP - Departamento de Imprensa e Propaganda.
Objetivo: Garantir a administração, o aperfeiçoamento e a operação do Sistema Informatizado Unificado de Gestão Arquivística de Documentos e Informações - SPdoc
Patrocínio:
Outros:
Prazo: vigência do SPdoc
Data de início: novembro 2012
Data de término: vigência do SPdo
Responsável pelo projeto: Secretaria de Projetos, Orçamento e Gestão
Área responsável pelo projeto: Arquivo Público do Estado /Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP) /Centro de Coordenação dos Protocolos Estaduais
Descrição: Carregar o Sistema com as TTD oficializadas, tabela de órgãos/entidades, usuários ativos, unidades, scripts de ajuda; notificar os usuários do SPdoc informações pertinentes a operação do Sistema; prestar orientação técnica aos administradores setoriais; encaminhar à PRODESP problemas técnicos do Sistema, quando necessário; aperfeiçoar e desenvolver o sistema, quando necessário
Objetivo: Mapear e produzir modelo de documentos que sirvam de referência para toda a Administração Estadual
Patrocínio:
Outros: órgãos envolvidos: Secretarias: Administração Penitenciária, Agricultura e Abastecimento, Fazenda, Saúde, Educação, Desenvolvimento Social, Esporte, Turismo, Justiça e o Departamento de Águas e Energia Elétrica.
Prazo: 05 anos
Data de início: junho/2019
Data de término: 2023
Responsável pelo projeto: Secretaria de Projetos, Orçamento e Gestão
Área responsável pelo projeto: : Arquivo Público do Estado /Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP) /Centro de Coordenação dos Protocolos Estaduais
Descrição: Identificar os documentos que integram os documentos compostos, a descrição do trâmite documental e das instâncias decisórias/partes interessadas), a análise tipológica e a adequação na constituição e fluxo do documento
Objetivo: Permitir a correta destinação do documento quanto à sua preservação ou eliminação, atendendo à Instrução Normativa nº2/2010, que estabelece critérios para a avaliação da massa documental acumulada.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: indeterminado
Data de início: setembro 2013
Data de término: indeterminado
Responsável pelo projeto: Centro de Arquivo Administrativo
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: O desenvolvimento e implantação de uma nova metodologia de trabalho nas atividades de classificação e avaliação documental teve como base novos procedimentos e ferramentas de trabalho que auxiliaram na aplicação do Plano de Classificação e a Tabela de Temporalidade de Documentos da Administração Pública do Estado de São Paulo: Atividades-Meio (aprovados pelo Decreto nº 48.898, de 27 de agosto de 2004), visando à melhoria e padronização do Tratamento Técnico dos documentos custodiados no Centro de Arquivo Administrativo, obtendo, assim, ganho na qualidade dos procedimentos de classificação/avaliação da massa documental acumulada pela Administração Pública Estadual e custodiada no CAA
Objetivo: Promover a integração dos Serviços de Informações ao Cidadão – SIC, bem como o gerenciamento de todos os pedidos de acesso à informação dirigidos aos órgãos e entidades do Governo do Estado de São Paulo, por meio de seus SICs.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: indeterminado
Data de início: junho 2012
Data de término: em andamento (aperfeiçoamento contínuo)
Responsável pelo projeto: Central de Atendimento ao Cidadão-CAC/ Centro de Arquivo Administrativo
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: A orientação, integração, gestão e monitoramento dos protocolos de pedidos registrados no Sistema SIC.SP são atividades regulares da Central de Atendimento ao Cidadão – CAC.
Objetivo: Definição de critérios seguros que orientem a seleção de amostragens de documentos públicos estaduais destinados à eliminação.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 3 anos
Data de início: 26/07/2011
Data de término: concluído
Responsável pelo projeto: Centro de Gestão Documental
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: Os técnicos da Fundação colaboraram com o CGD na definição de critérios para a amostragem de documentos a serem eliminados, e o CGD realizou estudos, reuniões e entrevistas para a elaboração da TTD-fim da SEADE
Objetivo: Diálogos Informacionais foi uma série de cinco debates online transmitidos ao vivo (live) reunindo especialistas das áreas de Ciência e Gestão da Informação. Nos encontros foi discutido o acesso à informação para a memória institucional e preservação do Patrimônio Histórico, além dos novos desafios digitais e a necessidade de transparência para a garantia de direitos. O evento foi transmitido pelo canal do Youtube do Instituto do Legislativo Paulista (ILP), que realizou evento em parceria com o Arquivo Público do Estado de São Paulo (APESP), a Universidade Estadual Paulista (Unesp) - Campus Marília e a Fundação Escola Paulista de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP)
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 13 meses
Data de início: novembro de 2016
Data de término: dezembro de 2017
Responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP
Descrição: O curso foi desenvolvido no período de maio a agosto de 2017 e a primeira turma foi ao ar de 19/09 a 24/10/2017. Na época, contava com um encontro presencial obrigatório e ao final, com "oficinas" a serem escolhidas pelos alunos para participarem e uma visita monitorada ao Arquivo (opcional) no período que antecedia ou sucedia
Objetivo: Este projeto visava proporcionar o tratamento arquivístico e a preservação de 10 séries do fundo Juízo dos Órfãos, que perfazem um conjunto documental de 723 processos, totalizando 28.920 páginas, cujas datas-limite são 1680 e 1924.
Patrocínio:
Outros: Parceria: Ministério da Cultura da Espanha - ADAI
Prazo:
Data de início:
Data de término:
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: Os processos informam sobre questões relacionadas a embargos e habilitações à herança, gerenciamento de bens, tutelas, usurpações, prazos de pagamentos de dívidas, prestações de contas, contratos de trabalho, fugas, apreensões, questões de pátrio poder, crimes, pobreza, abandono, entre outras questões, permitindo resgatar a história da criança e do adolescente, desde os primeiros momentos do período colonial às primeiras décadas do século XX. A disponibilização do fundo Juízo dos Órfãos ao público possibilita retirar do silêncio e do anonimato a violência, a humilhação e as carências cotidianas impostas pela sociedade às crianças e adolescentes (incluindo os escravos e interditados) e as suas relações com a Justiça. O projeto "Democratização da memória histórica da criança e do adolescente: preservação e organização do conjunto documental Juízo dos Órfãos", foi aprovado em julho de 2005 pelo Programa de Apoyo al Desarrollo de Archivos Ibero Americanos do Ministério da Cultura da Espanha.
Objetivo: OBS: Dados retirados do Termo de Convênio, bem como seus anexos, assinado entre o APESP e a A.A.A. em 16/10/2014
Patrocínio:
Outros: Agência Financiadora: Harvard University
Prazo: 2 anos
Data de início: 2005
Data de término: 2007
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: projeto realizado entre os anos de 2005 e 2007, que consiste na microfilmagem de 59 caixas de documentos do Juízo dos Resíduos. Primeiramente, esta documentação foi separada, uma vez que se encontrava reunida com um grande conjunto denominado “Inventários e Testamentos”. Nesta etapa foram localizados os “Autos de Contas de Testamento”, que compõem a maior parte da documentação do Juízo e que são os tradicionalmente associados a este fundo e mais algumas séries (Autos de Agravo, Justificação, Embargo etc.) que não possuíam descrição correta. Em seguida, foi montado um banco de dados que comporta as descrições anteriormente elaboradas. Também foram realizados o re-arranjo e re-acondicionamento dos processos, bem como os serviços de conservação, restauro, reenfibragem e, posteriormente, a microfilmagem.
Objetivo: Efetuar ações de conservação e restauro, organização arquivística e microfilmagem.
Patrocínio:
Outros: Parceria: Caixa Econômica Federal
Prazo: 18 meses
Data de início: maio de 2005
Data de término:
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: Autos Crimes é o nome genérico dado a uma parte dos documentos cartoriais e judiciais sob a guarda do Arquivo Público do Estado. Esses processos passavam por diversas instâncias, tais como o juízo municipal, o juízo de direito, a Secretaria de Polícia e as delegacias de diversas localidades. O Arquivo Público do Estado de São Paulo foi uma das 28 instituições selecionadas no Programa de Adoção a Entidades Culturais da Caixa Econômica Federal em janeiro de 2005, com o projeto "Memória e cidadania: preservação dos conjuntos documentais Autos Crimes de São Paulo". Hoje, estes documentos estão acondicionados em 219 caixas-arquivo, totalizando cerca de 17 mil processos, com datas-limite de 1717 a 1913. Em 1998, um projeto financiado pelo Fundo Nacional de Cultura — Ministério da Cultura — fez com que 190 mil documentos referentes aos "Autos Crimes da Capital" passassem por intervenções técnicas de higienização, restauro e arquivística. O conjunto restante corresponde a 99 caixas-arquivo referentes aos Autos Crimes de Campinas e Sorocaba e teve o patrocínio da Caixa Econômica Federal para higienização, restauro, tratamento arquivístico, microfilmagem e digitalização dos conjuntos documentais. São cerca de 80 mil itens preservados e colocados à disposição do público.
Objetivo: O objetivo deste projeto é organizar parte da documentação oficial da cidade de São Paulo. Com financiamento do Fundo de Defesa de Direitos Difusos do Ministério da Justiça, o projeto prevê a higienização, restauração, microfilmagem e digitalização de 117 caixas-arquivo, o que corresponde a 120 mil páginas de documentos. Os ofícios diversos de São Paulo registram um momento de transição da política brasileira, com a passagem do Império para a República. Entre os temas abordados está a educação, a segurança pública e a política de urbanização da cidade no século XIX. Este conjunto documental é formado por ofícios que acompanham abaixo-assinados, atas de reuniões, atestados, orçamentos, balancetes de receita e de despesa, censos, certificados, circulares, discursos, jornais, legislação, orçamentos, pareceres, planilhas, portarias e ofícios, posturas, processos, procurações, projetos de contratos, projetos de leis, propostas, prestação de contas, quadros demonstrativos, quadro de funcionários, recibos, regulamentos, requerimentos, relação de alunos, relatórios, resoluções, editais, telegramas e tabelas, além de documentos do gênero iconográfico, tal como plantas e mapas.
Patrocínio:
Outros: Convênio: Ministério da Justiça / Fundo de Direitos Difusos
Prazo: 12 meses de duração
Data de início:
Data de término: novembro de 2009
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: O projeto é um composto de atividades que envolvem a organização arquivística, a alimentação em banco de dados, a digitalização e a microfilmagem de correspondências recebidas pelo Governo de São Paulo no período de 1822 a 1921. O resultado deste trabalho proporcionará aos pesquisadores informações sobre o cotidiano paulistano do final do século XIX e início do XX, as tomadas de decisões e as dinâmicas do poder em suas relações administrativas e intersubjetivas.
Objetivo: O objetivo do projeto, selecionado no Edital de Apoio a Projetos de Preservação de Acervo – 3ª edição, é estimular estudos sobre a questão da imigração e contribuir para o entendimento dos deslocamentos populacionais na região. Esta iniciativa também deve auxiliar os muitos visitantes que vêm à instituição para consultar documentos sobre imigração a fim de obter cidadania de outro país ou para completar a sua genealogia. O projeto teve duração de um ano encerrou-se em outubro de 2009.
Patrocínio: BNDES
Outros:
Prazo: 1 ano de duração
Data de início: outubro 2008
Data de término: outubro 2009
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: Consiste na preservação, tratamento arquivístico, microfilmagem e digitalização de aproximadamente 40 mil páginas de documentação dos Núcleos Coloniais do Estado de São Paulo. Uma das metas do projeto é desenvolver um instrumento de pesquisa que possibilite o acesso a essa documentação de forma integral não apenas para pesquisadores de origem acadêmica, mas também para o público em geral. Os Núcleos Coloniais foram estabelecidos no final do século XIX e início do século XX, no âmbito da política de incentivo à imigração de europeus para o Brasil. A implantação destes Núcleos ocorreu em diversos locais do interior do estado, como Campinas, São Bernardo do Campo, Guaratinguetá, Ibitinga, Iguape, Mogi das Cruzes e Ribeirão Preto, entre outros. Estes núcleos foram estabelecidos em terras do estado e loteados entre os imigrantes. A principal atividade era a agricultura para a produção de alimentos, que eram vendidos para os mercados locais. Ao contrário de outras regiões do país, os núcleos coloniais paulistas não tinham o objetivo de povoar a região, e sim de obter mão-de-obra complementar às grandes fazendas cafeeiras. A documentação é bastante variada, composta por mapas, levantamentos de vias fluviais, relação de despesas e prestações de contas relativas à administração dos núcleos, contratos, editais, relações de lotes vagos, discriminação de terras devolutas, designação de lotes provisórios, demarcações, requerimentos, correspondências, guias de pagamento de lotes, livros de registro civil de nascimentos, relação de casamentos e de óbitos, matrícula de colonos, recenseamentos, livros-caixa e livros-ponto, registro de ocorrências, entre outros.
Objetivo: O propósito principal do projeto era o de viabilizar a organização desses documentos, identificando as séries e os fundos, uns em relação aos outros.
Patrocínio: ADAI - Apoyo AL Desarrollo de Archivos Iberoamericanos
Outros:
Prazo:
Data de início:
Data de término: junho de 2012
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: O projeto tinha como finalidade promover a organização (classificação e ordenação), a catalogação, a preservação e a difusão de documentação sob a guarda do Arquivo Público do Estado de São Paulo, referente à temática da escravidão. Este conjunto documental, originário de diversas procedências, ingressou no Arquivo em meados do século XX. Por volta da década de 1950, foi aglutinado pelos critérios temático e cronológico. Entretanto, tal ordenação dificultou a identificação do âmbito da atividade e das funções dentro das quais cada documento foi produzido.
Objetivo:
Patrocínio:
Outros: Parceria: Apoio à Cultura, Educação e Promoção Social
Prazo:
Data de início:
Data de término:
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: Projeto "Preservação e guarda dos Arquivos Especiais" foi aprovado em junho de 2005 pela Vitae, instituição de fomento à cultura, educação e promoção social e tinha por objetivo equipar o depósito de guarda destinado a armazenar a documentação não-textual com armários deslizantes e monitores de temperatura e umidade. O projeto também propunha realizar o tratamento técnico do segmento "Artes" do Fundo Diários Associados de São Paulo. Com esta medida, tornou-se possível garantir maior integridade da documentação, facilitando o acesso do pesquisador ao acervo. Acervos Iconográficos O antigo setor de Arquivos Especiais, hoje Centro de Acervo Iconográfico e Cartográfico, define-se, estruturalmente, pelo tratamento dado à documentação não-textual. É o responsável pela organização, guarda e divulgação da informação contida nesse tipo de documento. Conta com aproximadamente 1,5 milhão de fotografias. O acervo abriga a "Coleção Guilherme Gaensly", produzida pelo fotógrafo em 1911; o "Álbum de Fotografias da Escola Normal"; os acervos fotojornalísticos dos jornais Última Hora do Rio de Janeiro, Aqui São Paulo, Movimento e, desde 1999, os arquivos dos jornais Diário de São Paulo e Diário da Noite.
Objetivo: disponibilização a coleção completa do jornal em microfilme aos pesquisadores, preservando os originais.
Patrocínio:
Outros: Parceria: Center for Reseach Libraries
Prazo:
Data de início:
Data de término:
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: O Arquivo Público possui a maior hemeroteca do estado, que inclui a coleção completa do jornal O Correio Paulistano. O financiamento do CRL permitiu a microfilmagem dos anos de 1929 a 1963 do jornal e, assim, o Arquivo Público do Estado pode disponibilizar a coleção completa do jornal em microfilme aos pesquisadores, preservando os originais. O CRL — instituição composta por 42 bibliotecas norte-americanas — criou, em 1975, o programa Latin American Microform Projects, pelo qual realiza a microfilmagem de acervos latino-americanos. O Correio Paulistano também foi disponibilizado nas bibliotecas americanas.
Objetivo: Recolhimento de documentos anteriores a 1940; A avaliação da massa documental acumulada e elaboração dos Planos de Classificação e Tabelas de Temporalidade das Atividades-Fim dos órgãos da Administração Direta.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: indeterminado
Data de início: abril 2011
Data de término: em andamento
Responsável pelo projeto: Centro de Gestão Documental
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: foram criadas equipes no Departamento, cada uma responsável por um grupo de Secretarias. As orientações de gestão documental eram dadas no local aos servidores responsáveis por acervos e produtores de documentos.
Objetivo: Permitir o controle informatizado do acervo, facilitando a identificação, localização e acesso aos documentos públicos custodiados pelo CAA.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: indeterminado
Data de início: abril 2012
Data de término: concluído
Responsável pelo projeto: Centro de Arquivo Administrativo
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: Após a mudança para Santana, a equipe do Centro de Arquivo Administrativo mapeou os fundos com maior demanda de empréstimo e consulta.
Objetivo: Identificação dos documentos produzidos pelo DEOPS, entre o período de 1924 a 1988 nas Delegacias da Polícia Civil da Secretaria de Segurança Pública, e recolhimento ao Arquivo Público do Estado.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 1 ano e 6 meses
Data de início: 10/11/2011
Data de término: 13/05/2013
Responsável pelo projeto: Núcleo de Monitoria e Fiscalização/ Centro de Gestão Documental
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: O projeto foi executado durante o ano de 2012, foram realizadas 25 vistas que resultou em nove recolhimentos, totalizando 30 (trinta) caixas de documentos referentes ao DEOPS.
Objetivo: Instalação da CAC, unidade responsável por coordenar a integração sistêmica dos Serviços de Informações ao Cidadão – SIC, instituídos nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, e porprestar atendimento e orientação ao público que deseja realizar um pedido de acesso à informação.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 1 ano (para instalação)
Data de início: 16/05/2012
Data de término: 16/05/2013
Responsável pelo projeto: Central de Atendimento ao Cidadão - CAC/Centro de Arquivo Administrativo
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: Cabe à CAC coordenar a integração sistêmica dos Serviços de Informações ao Cidadão – SIC, instituídos nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, além de elaborar dados estatísticos sobre as demandas de consulta e os perfis de usuários, visando o aprimoramento dos serviços, conforme determina o Decreto nº 58.052/2012
Objetivo:
Patrocínio: Ministério da Justiça
Outros:
Prazo:
Data de início:
Data de término:
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto: DEOPS
Descrição: O projeto de digitalização, conservação e disponibilização online da série Prontuários, do Fundo DEOPS/SP (Departamento Estadual de Ordem Política e Social), foi o primeiro colocado na chamada pública do edital “Marcas da Memória”, realizado pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça. Ti Por razões de conservação e ineditismo da documentação, decidiu-se, com consentimento do Ministério da Justiça, redirecionar o trabalho para um conjunto documental similar, priorizando a digitalização e a inserção em banco de dados da documentação do DOPS Santos Na efetivação do projeto, foram realizadas a digitalização e a alimentação em banco de dados de 11.666 Prontuários e 36 mil fichas remissivas produzidas pela Delegacia de Ordem Política e Social de Santos – DOPS Santos, documentação organizada como um Grupo do Fundo DEOPS; e a digitalização de 170 mil fichas remissivas das diferentes delegacias especializadas do DEOPS/SP.
Objetivo: Aperfeiçoamento técnico profissional em gestão documental por meio de uma série de sessenta e quatro oficinas de trabalho, de dezesseis horas-aula, coordenadas pelo Arquivo Público do Estado em parceria com a ARQ-SP e a Imprensa Oficial do Estado.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 9 anos
Data de início: 9 anos
Data de término: 2006
Responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do SAESP
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: O projeto objetivou a efetiva implantação do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo, bem como assegurar a disseminação do conhecimento arquivístico, o SAESP desde 1997 com a parceria da Associação de Arquivistas de São Paulo – ARQ-SP na promoção e realização das oficinas. De 1999 a 2001 foram realizadas 22 oficinas, que contaram com a presença de 1.588 participantes
Objetivo: Desenvolvimento de instrumentos de gestão documental para a Administração Pública Paulista. Produto: Plano de Classificação e Tabela de Temporalidade de Documentos da Administração Pública do Estado de São Paulo: Atividades-Meio.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 3 anos
Data de início: 1999
Data de término: 2002
Responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do SAESP
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: No dia 12 de dezembro de 2002, foi publicada no Diário Oficial do Estado a proposta de TABELA DE TEMPORALIDADE DOS DOCUMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO: ATIVIDADE-MEIO para ciência, análise e manifestação das Comissões de Avaliação de Documentos de Arquivo, instituídas na Administração Estadual em conformidade com o Decreto Estadual nº 29.838, de 18 de Abril de 1989. A proposta esteve aberta, também, às sugestões de todos os órgãos, entidades e empresas da Administração Direta e Indireta do Estado, bem como aos demais interessados, antes de sua definitiva oficialização, prevista para o final do mês de janeiro de 2003, por meio de Decreto do Excelentíssimo Senhor Governador
Objetivo: Implementação de programa de gestão documental na Assembleia Legislativa e a prestação de orientação técnica pelo Arquivo Público do Estado, por meio do Departamento de Gestão do SAESP.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 5 anos
Data de início: 06/09/2012
Data de término: concluído
Responsável pelo projeto: Centro de Assistência aos Municípios e Centro de Gestão Documental
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: colaboração entre ALESP e o DGSAESP para implementação das políticas de gestão documental no Poder Executivo Paulista.
Objetivo:
Patrocínio:
Outros: Parceria: AMD Processadores
Prazo: 5 meses
Data de início: outubro 2007
Data de término: março 2008
Responsável pelo projeto:
Área responsável pelo projeto:
Descrição: Consiste na digitalização de todos os exemplares do jornal Última Hora – Rio de Janeiro – sob guarda do Arquivo Público do Estado e disponibilização gratuita ao público pela Internet. O projeto tinha como meta celebrar os 200 anos da imprensa brasileira, em 2008, entregando ao país esse rico acervo preservado em formato eletrônico. Na primeira etapa do projeto (outubro/2007 a março/2008), foram digitalizadas 36.000 páginas correspondentes a 60 meses de jornal. As ações que envolvem o projeto incluem pesquisa e seleção do material a ser digitalizado, limpeza e acondicionamento dos exemplares do jornal, seleção de esquemas de metainformação, escolha da plataforma tecnológica, elaboração da arquitetura do programa de busca do site, digitalização dos microfilmes, classificação e cadastramento de imagens. Para realizar o processo de digitalização dos exemplares, a parceria envolve 20 funcionários da AMD e do Arquivo Público, que separaram as edições, limparam, microfilmaram e digitalizaram os arquivos, além de colocá-los na Internet, em três servidores baseados em processadores AMD Opteron responsáveis pelo armanezamento de dados, hospedagem do site e suporte à infra-estrutura de rede
Objetivo: Reforma de instalações e aquisição de equipamentos para melhoria e modernização da infraestrutura predial, de laboratórios técnicos, depósitos de acervos, e para o aprimoramento do serviço de atendimento ao público.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: Determinado
Data de início: 18/12/2017
Data de término: 31/08/2022
Responsável pelo projeto: Arquivo Público do Estado de São Paulo
Área responsável pelo projeto: Departamento de Preservação e Difusão do Acervo (DPDA) e Núcleo de Apoio Técnico ao Coordenador I (NATC-I)
Descrição: Este convênio visa assegurar a modernização e incrementar as ações de preservação do acervo e difusão do patrimônio documental que estão sendo desenvolvidas pelo Arquivo Público do Estado. Todos os esforços da instituição resultam na preservação de um rico acervo de guarda permanente e em ações concretas que garantem aos cidadãos o pleno acesso às informações de interesse da sociedade, dando transparência às ações do Estado. O repasse financeiro (R$ 1.497.848,97), por meio deste convênio, será aplicado na melhoria da infraestrutura de preservação e na aquisição de bens com o objetivo de aprimorar o tratamento técnico do acervo e qualificar o atendimento prestado ao público.
Objetivo: Desenvolvimento de ações integradas no âmbito do Projeto InterPARES e a realização de estudo de caso do Sistema Informatizado Unificado de Gestão Arquivística de Documentos e Informações do Governo do Estado de São Paulo – SPdoc.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: 1 ano e 11 meses
Data de início: 03/11/2010
Data de término: 24/10/2012 (encerramento do TIME BRASIL)
Responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do SAESP
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: O Sistema Informatizado Unificado de Gestão Arquivística de Documentos e Informações (SPdoc) consiste em um conjunto de procedimentos e operações técnicas da gestão arquivística de documentos processados eletronicamente, aplicável a documentos convencionais e digitais produzidos, recebidos e acumulados no âmbito da Administração Pública Estadual. O Sistema SPdoc representa um desdobramento necessário e desejável ao trabalho que o Departamento de Gestão do SAESP vem desenvolvendo, na medida em que contribui significativamente para a modernização e a eficácia da administração, controle das finanças públicas, transparência das ações de governo, preservação do patrimônio documental e pleno acesso às informações públicas. O Arquivo Público do Estado de São Paulo, por meio do Departamento de Gestão do SAESP, pretendeu com este estudo de caso promover o aprimoramento do SPdoc visando torná-lo um sistema coorporativo de governo. Ao mesmo tempo, o Arquivo Público do Estado de São Paulo espera colaborar com o Projeto InterPARES no desenvolvimento de conhecimento teórico-metodológico essencial para a formulação de estratégias, políticas e padrões capazes de assegurar a preservação e o acesso de longo prazo aos documentos produzidos ou gerenciados eletronicamente.
Objetivo: Desenvolvimento de ações integradas voltadas à gestão documental, preservação e acesso à informação no âmbito da administração estadual e dos municípios paulistas, com exceção do município de São Paulo, e o esforço conjugado para integração do Tribunal de Contas ao Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo – SAESP.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: sessenta meses a contar da data da assinatura
Data de início: 29/01/2018
Data de término: 29/01/2023
Responsável pelo projeto: Centro de Assistência aos Municípios
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: O intercambio de informações entre os participes, para o exercício auxiliar do controle externo, com vistas a cessão pela Secretaria da Fazenda ao Tribunal de Contas do Estado de dados referentes aos valores das mercadorias transacionadas no âmbito do estado de São Paulo, atualizados em período não superior a 3 (três) meses, obtidos através da base informatizada dos documentos fiscais emitidos em todo território do estado de São Paulo
Objetivo: Conjugação de esforços visando à gestão, acesso e preservação de documentos públicos estaduais, bem como à plena integração do Ministério Público ao Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo.
Patrocínio:
Outros:
Prazo: vigência por tempo indeterminado.
Data de início: 23 de novembro de 2009
Data de término: em andamento
Responsável pelo projeto: Centro de Assistência aos Municípios
Área responsável pelo projeto: Departamento de Gestão do Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (DGSAESP)
Descrição: Desenvolvimento de ações integradas visando à gestão, acesso e preservação dos documentos públicos ou de natureza pública do Estado de São Paulo e o esforço conjugado para a integração do Ministério Público ao Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo – SAESP