ACERVO

TEXTUAL PRIVADO

O acervo textual privado é constituído por diversos conjuntos documentais produzidos ou acumulados por pessoas ou entidades de caráter privado, recolhidos por meio de doações ou compras. Hoje, eles somam dezenas de fundos, que incluem documentos de ex-governadores paulistas, como Washington Luís, Altino Arantes, Júlio Prestes, Armando Sales de Oliveira, José Carlos de Macedo Soares e Ademar de Barros, além de diversas personalidades que participaram da vida política e cultural de São Paulo.

O acervo textual privado também abriga os acervos do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e da Maternidade de São Paulo, bem como de bancos, jornais e partidos políticos. Para maiores informações, veja o Guia do Acervo, os Inventários e as Bases de Dados.