ACERVO

ACERVO ADMINISTRATIVO

Histórico

O Centro de Arquivo Administrativo foi criado em 1976 com a denominação de Seção de Pré-Arquivo, através do Decreto 7.730/03/1976, com as atribuições de recolher, selecionar e conservar os documentos dos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual. Devido à nova reestruturação do Arquivo Público do Estado em 1983, passou a ser denominado Arquivo Intermediário,com novas instalações no ano de 1997, quando seu acervo foi transferido da Rua Dona Antônia de Queirós para a Avenida Presidente Wilson, 1987 - Mooca. A intenção era reformar o prédio da Rua Dona Antonia e ampliar os depósitos do Arquivo Intermediário com o intuito de implementar uma política de operacionalização e racionalização dos documentos custodiado pelo Arquivo Intermediário. Para tanto, foi apontado em 1997 - quando o Arquivo Intermediário mudou para Mooca - a necessidade de ampliar o corpo técnico do Arquivo com recursos humanos e proporcionar infraestrutura adequada para realizar o tratamento técnico adequado aos documentos acumulados, tanto no Arquivo Intermediário quanto nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual Direta, Indireta e Fundacional. Com a reestruturação do Arquivo Público do Estado dentro da Casa Civil em 2009, o Arquivo Intermediário passou a ser denominado Arquivo Administrativo como divisão de Centro. Atualmente, o Centro de Arquivo Administrativo está localizado na Rua Voluntários da Pátria, 596; Bloco A – Santana/São Paulo – Sede do Arquivo Público do Estado.

Objetivo

O Arquivo Administrativo/Intermediário tem como objetivo realizar o arquivamento e o tratamento dos documentos em idade intermediária, isto é, armazenar, preservar e garantir o acesso aos documentos intermediários produzidos e acumulados pelos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual Direta, Indireta e Fundacional. Além disso, através da classificação dos documentos da área meio e área fim, dar cumprimento aos prazos de guarda definidos nas Tabelas de Temporalidade de Documentos e a posterior destinação de documentos passíveis de eliminação (caso já tenham cumprido com a sua função e não tenham nenhuma pendência) ou de recolhimento, se de guarda permanente (hipóteses em que a preservação documental definitiva seja determinada, por possuírem algum valor probatório, científico, histórico ou outro).

Acervo

O acervo é composto de 70.581 caixas, 91 maços e 1.726 livros armazenados em nove salas que estão sendo reestruturadas com a finalidade de ampliar a capacidade de adensamento. Os documentos produzidos e acumulados de 1879 à 1940 foram tratados, organizados e recolhidos para o Arquivo Permanente do APESP. O Arquivo Administrativo também custodia 199.664 livros cartoriais (1929-1976) que estão em fase de tratamento e posterior recolhimento para o acervo do Arquivo Permanente.


Material de Apoio

Veja também

Para mais informações, contate:
Centro de Arquivo Administrativo
Telefone: (11) 2868-4552 e (11) 2868-4548
E-mail: caasaesp@sp.gov.br