Artigo
A Função Classificação na Formação do Arquivista: Uma Análise Histórica dos Modelos de Ensino dos Cursos de Arquivologia do Sudeste do Brasil
Juliana de Mesquita Pazos; Clarissa Moreira dos Santos Schmidt

Resumo:

O presente artigo objetiva analisar historicamente como a função classificação tem sido abordada nos currículos e nos programas de ensino das disciplinas ministradas nos cursos de graduação em Arquivologia das universidades localizadas no sudeste do Brasil: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO); Universidade Federal Fluminense (UFF); Universidade Federal do Espírito Santo (UFES); Universidade Estadual Paulista (UNESP); e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A metodologia científica aplicada possui abordagem qualitativa, exploratória, descritiva, bibliográfica e documental. Os resultados demonstram que: o ensino arquivístico em classificação esteve focado na metodologia de arranjo e na sua relação com a descrição para organizar arquivos permanentes entre as décadas de 1970 e 1990; as atividades de classificação foram sendo abordadas sob a perspectiva da gestão de documentos a partir da década de 1990, provavelmente por influência da aprovação da “Lei de Arquivos”; e a função classificação, a partir dos anos 2000, alcançou maior autonomia ao constituir disciplinas obrigatórias nos cursos de Arquivologia da UNIRIO, UFF, UFES e UNESP, com exceção da UFMG.

Palavras-chave: Curso de Graduação em Arquivologia. Função Arquivística Classificação. Ensino da Função Classificação.